fbpx

ENGANAÇÃO: Ronaldo Soares festeja 40 anos de vida pública de uma Assú sem oportunidades, sem emprego e sem saúde


Um assunto a se pensar por todos os assuenses, é porque alguém sai de sua terra para buscar emprego em Lajes, Alto do Rodrigues, Macau? Porque sair de sua terra em busca de emprego? Porque ir pra cidades até menores que a terra dos poetas em busca de oportunidades?

É claro que muitos tem ido aos grandes centros como Mossoró e Natal, mas não podem ser esquecidas as que vão para cidades menores que Assú, e o que motiva essas pessoas?

Hoje é o dia da proclamação da República, e ao longo de 40 anos comandando a história politica de Assú por Ronaldo Soares, George Soares, Gustavo Soares, o que eles fizeram para nosso povo ter oportunidades em sua terra? A não ser envolvimentos em investigações que revelou várias roubalheiras no governo do maior vigarista de Assú, Ronaldo Soares, que se escondia no pataxó com cobrança de mais de 2 milhões feita pela justiça e agora a história cai nas costas de seu filho, com a cassação do prefeito Gustavo e a vice Fabielle por abuso de poder.

Hoje deve ser um dia de reflexão, o que a oligarquia Soares sempre quis e tem conseguido realizar, é enfraquecer nosso povo, deixando a população sem acesso a saúde e a educação. O intuito de Ronaldo Soares e de seus filhos, são para fazer o povo dependente da suas vontades em garantir algo que pertece por direito ao povo, pois é direito garantido na constituição o acesso a saúde e educação, mas que os maus politicos não executam, pelo contrário, barganham com a miséria do povo que eles mesmo causaram, e assim, a fome cega nosso povo que ainda enxerga que isso é bondade.

A cidade do Assú era para comemorar hoje a libertação, festejar uma terra de oportunidades e de acesso aos serviços de saúde e educação, e o que vemos, são filas imensas em unidades de saúde que faltam medicamentos, são crianças e adolescentes amontoados em ônibus para irem as escolas e as instituições de ensino fora da cidade, e isso é tudo, menos respeito a população.

A verdade é que a festa que Ronaldo Soares comemora, ao dizer que hoje completa 40 anos que entrou para a política, é a derrota do povo do Assú, a escravidão e a fragilidade emocional que ele e seus herdeiros tem submetido a população carente do Assú, porque sem comida na mesa, com doença na porta, e sem emprego, as pessoas não tem outra saída, a não ser se curvarem aos coronéis de sempre.

É fácil escravizar e manipular pessoas emocionalmente fragilizadas, e por isso, não perca o próximo post, que tratará do significado da escravidão na terra dos poetas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: