Ex-aliado, PPS deve dar 9 dos 10 votos da bancada contra Temer

A bancada do PPS na Câmara se reúne nesta terça-feira para definir uma posição sobre o pedido de abertura de processo contra o presidente Michel Temer. Dos 10 deputados do partido, 9 devem se posicionar a favor de conceder a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF).

O deputado Arthur Maia (BA) deve ficar isolado na sua posição contrária a denúncia. Relator da reforma da Previdência, Maia disse à Coluna que considera não haver provas para incriminar o presidente e que seu voto está decidido.

O PPS foi o primeiro partido a romper com o governo depois da delação do empresário Joesley Batista. O deputado Roberto Freire (SP), presidente nacional da legenda, entregou o Ministério da Cultura. O partido tem ainda o Ministério da Defesa, mas Raul Jungmann é da cota pessoal de Temer. As informações são da Coluna Estadão.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: