fbpx

Ex-chefe de gabinete de Alcolumbre nega rachadinha

A defesa de Paulo Boudens, ex-chefe de gabinete do senador Davi Alcolumbre (foto), divulgou uma nota em que nega o esquema de rachadinha denunciado por seis ex-servidoras.

De acordo com reportagem de Veja, o parlamentar recebeu pelo menos R$ 2 milhões por meio do esquema.

O advogado Alexandre Queiroz, representante de Paulo Boudens, servidor do Senado Federal, esclarece que são inverídicas as informações prestadas pelas ex-servidoras à Veja”, diz trecho da nota publicado pelo site Metrópoles.

“O senador Davi Alcolumbre em nenhuma ocasião manteve contato com as ex-servidoras mencionadas na matéria. Paulo Boudens enviou comunicação ao Senado colocando-se à disposição para esclarecimentos.”

O antagonista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: