fbpx

Famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil no Rio Grande do Norte chegam a quase 510 mil

Programa Auxílio Brasil

O Rio Grande do Norte registrou, desde setembro, 8.979 novas famílias no cadastro do Auxílio Brasil. Desta forma, o estado chega a um total de 509.286 famílias assistidas pelo programa em outubro.

O volume de recursos destinados ao estado para o pagamento dos benefícios também foi ampliado e, após um acréscimo de mais de R$ 6,28 milhões, chegam a mais de R$ 309,44 milhões. O valor médio a ser pago no Rio Grande do Norte em outubro é de R$ 608,18 e o auxílio chegará a lares de todos os 167 municípios potiguares.

Em todo o Nordeste, região que concentra o maior número de brasileiros atendidos pelo programa, 169.610 novas famílias passaram a ter direito ao benefício neste mês. Com isso, o número total de contemplados nos nove estados nordestinos ultrapassa 9,75 milhões de famílias. Os recursos que serão transferidos aos 1.794 municípios da região tiveram um aumento de R$ 134,78 milhões em relação a setembro e, em outubro, ultrapassam R$ 5,91 bilhões.

Em todo o país, outubro registrou um aumento tanto no número de famílias contempladas pelo Auxílio Brasil quanto nos recursos destinados em todas as regiões. Assim, o Auxílio Brasil atingiu um novo recorde histórico, com mais de 21,13 milhões de famílias assistidas, fruto de um investimento superior a R$ 12,81 bilhões. Os recursos serão repassados a todos os 5.570 municípios brasileiros.

Os pagamentos terão início nesta terça-feira (11.10) para os beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 1. O cronograma escalonado de repasses segue de acordo com o calendário oficial, com os beneficiários com NIS de final 2 recebendo o pagamento no dia 13 (devido ao feriado do 12), seguindo sucessivamente pelos dias 14, 17, 18, 19, 20, 21, 24 e 25 de outubro, quando ocorrem os últimos pagamentos deste mês, para os beneficiários com NIS de final 0.

Além do Auxílio Brasil, será paga, em outubro, mais uma parcela do Auxílio Gás. O benefício bimestral equivale ao valor da média nacional do botijão de gás de cozinha de 13 quilos. Em agosto, 5,6 milhões de famílias foram contempladas. Neste mês, serão 5,98 milhões de famílias atendidas. O investimento federal destinado aos pagamentos supera R$ 670,21 milhões.

Demais regiões

Depois do Nordeste, a segunda região com mais contemplados é a Sudeste, onde 166.172 novas famílias aderiram ao programa desde setembro. Assim, o número total de atendidos nos 1.668 municípios dos quatro estados da região ultrapassa 6,28 milhões de famílias. Com um acréscimo de R$ 103,54 milhões nos investimentos em relação a setembro, mais de R$ 3,81 bilhões serão repassados à região em outubro.

A terceira região mais apoiada pelo Auxílio Brasil é a Norte, onde 58.069 novas famílias passaram a fazer parte do programa, elevando o total de atendidos para mais de 2,54 milhões de famílias. Com um incremento de mais de R$ 50,87 milhões, os recursos transferidos neste mês aos 450 municípios da região ultrapassam R$ 1,54 bilhão.

A Região Sul é a quarta com mais beneficiários e teve 47.703 famílias incluídas neste mês, o que fez o número de contemplados ultrapassar 1,42 milhão de famílias. Os recursos transferidos aos 1.191 municípios neste mês, após um acréscimo de R$ 29,88 milhões, chegam a mais de R$ 862,70 milhões.

Por último, o Centro-Oeste teve 35.566 novas famílias inscritas no programa, o que fez com o número total de famílias contempladas chegasse a mais de 1,12 milhão. Com R$ 22,28 milhões a mais em recursos do que setembro, os 467 municípios da região serão atendidos com repasses que ultrapassam R$ 681,71 milhões neste mês.

Estados

Oito Unidades da Federação registraram mais de um milhão de famílias beneficiadas pelo Auxílio Brasil em outubro. Depois da Bahia, São Paulo é o segundo estado com maior número de contemplados, com mais de 2,56 milhões de famílias assistidas neste mês e R$ 1,55 bilhão transferidos.

Na sequência, Rio de Janeiro (1,78 milhão/R$ 1,08 bilhão), Pernambuco (1,68 milhão/R$ 1,01 bilhão), Minas Gerais (1,63 milhão/R$ 990 milhões), Ceará (1,48 milhão/R$ 898 milhões), Pará (1,34 milhão/R$ 808 milhões) e Maranhão (1,22 milhão/R$ 743 milhões) completam a lista dos estados com mais de um milhão de famílias contempladas em outubro.

Na outra ponta, Roraima (66.514), Amapá (123.060), Rondônia (124.408), Acre (131.106), Distrito Federal (154.654) e Tocantins (158.934) são os estados com o menor número de contemplados, os únicos no Brasil com menos de 200 mil famílias atendidas.

Quem tem direito?

O Auxílio Brasil é voltado a famílias em situação de extrema pobreza, situação de pobreza e também a famílias em regra de emancipação. Em situação de extrema pobreza estão as famílias com renda familiar mensal per capita de até R$ 105,00. Já aquelas em situação de pobreza têm renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00.

Como ter acesso ao benefício?

As famílias que preencherem os requisitos para ter acesso ao Auxílio Brasil devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). A inscrição pode ser feita neste endereço eletrônico.

Depois de ser incluído no Cadastro Único, o interessado precisa confirmar os dados em uma entrevista presencial que será realizada em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) das prefeituras.

*DeFato

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: