fbpx

Flavio Rocha deixa a Riachuelo para disputar a Presidência

O presidenciável Flavio Rocha, dono da Riachuelo, fala ao microfone

A Guararapes, dona da rede de lojas de vestuário Riachuelo, confirmou nesta sexta-feira (23) que o vice-presidente e diretor de relações com investidores da companhia, Flavio Rocha, deixará a companhia para ser candidato à Presidência da República neste ano.

Segundo a empresa, Rocha continuará a exercer suas funções nos cargos que ocupa até o término do mandato, em 26 de abril.

“No entanto em razão do tempo a ser depreendido no exercício das atividades de candidato à Presidência da República, a companhia informa aos seus acionistas e ao mercado em geral que Flavio Rocha não será indicado para reeleição”, diz trecho do comunicado. As informações são da Agência REUTERS.

A principal dificuldade de Rocha para se lançar como postulante ao Palácio do Planalto é encontrar uma legenda que aceite abrigá-lo.

Ele tem afirmado que conversa com seis partidos para definir a sua filiação, entre eles o PRB. O empresário tem relações com o grupo MBL (Movimento Brasil Livre), que se notabilizou durante as manifestações em defesa do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016.

Rocha também já foi mencionado como possível vice na chapa presidencial de Jair Bolsonaro (PSL), mas descartou a hipótese, entre outros motivos, pelo que considerou tendências estatizantes do deputado-federal.

Não seria a primeira disputa de Rocha. Em 1994, ele tentou ser presidente pelo extinto PL, mas desistiu no meio da campanha.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: