Fundação Palmares se desculpa por foto com apoiador do Hamas

Fundação Palmares se desculpou nesta terça-feira (27/2) por seu presidente, João Jorge Rodrigues, receber e publicar nas redes uma foto ao lado de Sayid Tenório, apoiador do grupo terrorista Hamas.

Em seus perfis nas redes, a fundação, subordinada ao Ministério da Cultura, afirmou que o encontro, uma “agenda institucional” na sede do órgão, na última quarta-feira (21/2), foi pedido por Tenório “para entrega de livros”.

Segundo a Palmares, Rodrigues e os servidores da fundação “desconheciam o histórico” das manifestações de Sayid Tenório nas redes sociais. Então assessor de uma comissão da Câmara, Tenório comemorou os ataques do Hamas a Israel, em outubro de 2023, e zombou de uma israelense sequestrada pelos terroristas. Ele foi exonerado do cargo na Casa.

“Diante da repercussão, cumpre à FCP reforçar o compromisso do seu presidente e de toda equipe com a pluralidade, diversidade cultural e religiosa e com a luta contra o racismo”, disse o comunicado da Fundação Palmares.

A fundação também afirmou que não se alinha a “posicionamentos que apoiam a violência e atos extremistas de qualquer ordem” e reforçou a posição diplomática do governo Lula.

Como mostrou a coluna, a ministra da Cultura, Margareth Menezes, ficou enfurecida ao ser informada sobre as postagens nas redes sociais da Fundação Palmares com a foto de João Jorge Rodrigues e Sayid Tenório.

Ela repreendeu o presidente da fundação e ordenou que as publicações fossem apagadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.