GASTANÇA DE COMBUSTÍVEL: Antonio Galinha já faturou quase três milhões de reais na gestão do prefeito Gustavo Soares


Na gestão do prefeito turista Gustavo Soares, o empresário Antônio Galinha, dono do POSTO FLORESTAL não tem do que reclamar da atual administração, pois em apenas um ano e meio, 18 meses, a empresa já recebeu da Prefeitura do Assú quase três milhões de reais, e ainda tem empenhado mais de 2 milhões.

Num total, o prefeito Gustavo Soares vai pagar mais 5 milhões ao posto, uma quantia considerável, praticamente dois meses de arrecadação de royalties, se considerarmos como referência, o mês de junho de 2019.

Um gasto como esse com combustíveis, é no mínimo excessivo, principalmente numa cidade em que a saúde é precária, falta medicamentos e médicos, falta melhorias nas escolas, dentre tantos outros problemas.

Para uma cidade do tamanho de Assú, o prefeito Gustavo resolveu monopolizar a venda de combustível para a frota do município, favorecendo o Posto Florestal, antigo parceiro do clã Soares, desde quando o seu pai, Ronaldo Soares era prefeito. Pelo visto, a política não foi a única coisa passada do pai para o filho, foi passado também as coordenadas de tudo que acontecia nos mais de 30 anos em que Ronaldo comandou a política em Assú, e o jacarezinho como bom filho, seguiu tudo à risca.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: