fbpx

Gastos com propaganda da Prefeitura de Assú dariam para pagar auxílio de R$ 400,00 a 427 famílias

O mundo hoje vive uma das maiores crises da economia e com números crescentes na taxa de desemprego, que só aumentam a cada dia diante do cenário de instabilidade provocada pela COVID, mas parece que isso não importa para o prefeito Gustavo e a vice Fabielle.

O valor que está sendo gasto com publicidade/propaganda que chegará em 05 meses ao montante de R$ 855 mil reais, daria para ser revertido para população, pagar um auxilio emergencial durante 05 meses no valor de 400,00 reais a 427 famílias, o que totalizaria em 05 meses o valor de 854 mil reais.

Mas porque a Prefeitura do Assú não quer ajudar as famílias de desempregados para encher os bolsos de uma empresa de marketing para divulgar ações numa cidade como se não houvesse questões mais importantes e básicas para investir?

O que o prefeito Gustavo e a vice Fabielle irão ganhar fazendo essa farra do dinheiro público que não será revertido um centavo pra o povo? Pelo contrário, só servirá para tentar melhorar a imagem desgastada da dupla e o pior, esse dinheiro não fica um centavo na cidade, já que a empresa é de Natal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: