Governadora Fátima faz opção criminosa de não pagar salários atrasados, diz deputado do PSDB

Deputado José Dias crítica escolha feita pelo atual governo de pagar salários de janeiro e fevereiro sem definir como vai quitar os atrasados
Deputado José Dias crítica escolha feita pelo atual governo de pagar salários de janeiro e fevereiro sem definir como vai quitar os atrasados”

O deputado estadual José Dias (PSDB) usa o termo “pavor” para se referir  ao início do governo Fátima Bezerra (PT). Para ele, as medidas das primeiras semanas não são apenas preocupantes, mas também contraditória e motivam acentuada apreensão. “Não contemplam o que necessitamos, que é o equilíbrio das contras públicas do Estado”, afirma.

O deputado do PSDB aponta como particularmente grave a opção feita por pagar os salários referentes a  janeiro e fevereiro, sem definição para os atrasados de 2017 e  2018, segundo entrevista a Tribuna do Norte.

Ele considera essa opção iníqua e ilegal. José Dias aponta que uma implicação desta escolha é garantir as remunerações em dia para cargos comissionados nomeados no atual governo, enquanto os exonerados ficaram sem pagamento.  

“Ela prefere pagar — e isso é uma preferência política condenável, ilegal e criminosa — os correligionários dela. Aqueles que não são correligionários que fiquem na rua da amargura”, afirma o deputado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: