Governadores dão o cano em Lula em evento pelo 8 de janeiro

Ao todo, 14 governadores faltaram ao evento alusivo aos atos de 8 de janeiro – chamado “Democracia Inabalada” -, realizado na tarde desta segunda-feira (8), no Congresso Nacional. De todos os chefes de Poder Executivo estadual, 18 compareceram à solenidade.

Segundo informações divulgadas pelo Palácio do Planalto, estiveram presentes os governadores do Amapá (Clécio Luis), Alagoas (Paulo Dantas), Pará (Helder Barbalho), Sergipe (Fábio Mitidieri), Paraíba (João Azevedo), Rio Grande do Norte (Fátima Bezerra), Espírito Santo (Renato Casagrande), Pernambuco (Raquel Lyra),  Piauí (Rafael Fonteles), Rio Grande do Sul (Eduardo Leite), Bahia (Jerônimo Rodrigues), Ceará (Elmano de Freitas) e Maranhão (Carlos Brandão).

Aliada de Lula, Fátima Bezerra discursou em nome Fórum dos Governadores. Ela representou Ibaneis Rocha, que está de férias nos Estados Unidos até a semana que vem.

A priori, havia a informação de que apenas governadores de oposição não participariam do evento alusivo ao 8 de janeiro.

Os governadores de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), e de Goiás, Ronaldo Caiado (União), haviam informado inicialmente que não iriam comparecer

Leite mudou de ideia e participou do evento.

Em nome dos governadores, Fátima Bezerra afirmou que a democracia precisa ser alicerçada no diálogo e valores como “respeito, tolerância e espírito público”. “A nossa democracia, em constante processo de construção, saiu inabalada, fortalecida e vitoriosa, mas precisamos estar atentos e vigilantes”, alertou.

Com informações de O Antagonista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.