Governo do RJ desiste de desviar R$ 3 mi da cultura para camarote

 

O governo do Rio de Janeiro desistiu, nesta quinta-feira (8/2), de desviar R$ 3 milhões da Cultura para investir no camarote do governador Cláudio Castro na Sapucaí. A coluna revelou que o Executivo fluminense pediu a quantia milionária para a Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro (Funarj), órgão estatal responsável pelo fomento da cultura.

O presidente da Funarj, Jackson Emerick, que havia determinado o empenho dos R$ 3 milhões no camarote de Castro, revogou seu próprio despacho e informou a “impossibilidade de atender” ao pedido feito pelo Executivo fluminense.

A solicitação do governo de Cláudio Castro alegava que a fundação tem “expertise em produção” e o acordo de cooperação técnica visa à “montagem do tradicional camarote do Governo do Estado”. O Executivo fluminense justificou o investimento pela “importância cultural do Carnaval”.

Antes do desvio ser denunciado, a Funarj aceitou o empenho dos R$ 3 milhões no camarote do governador. O dinheiro, segundo o próprio aceite do presidente, tinha origem no pagamento antecipado de um duodécimo que deveria ser destinado a produções culturais em teatros neste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.