Grupo elabora projeto para atividades integrativas e complementares na Saúde

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte teve mais uma discussão sobre ações voltadas a melhorias nas condições de Saúde da população. Na tarde desta terça-feira (15), a Frente Parlamentar em Defesa das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde discutiu a formulação de um projeto de lei visando garantir a implementação de uma política pública para aplicação dessas alternativas no estado. O presidente da Frente, deputado Ubaldo Fernandes (PL), e o deputado Getúlio Rêgo (DEM) participaram do debate e garantiram apoio.

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde são atividades que envolvem cuidado e racionalidade em saúde que atuam para o cuidado integral dos indivíduos e comunidades. As ações buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de doenças, promoção e recuperação da saúde por meio de tecnologias integrativas e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, cuidado humanizado e integração do ser humano com o meio ambiente. O foco da Frente Parlamentar é fazer com que essas práticas estejam no cotidiano da população que utiliza os serviços de Saúde Pública.

Na discussão, representantes da sociedade civil e entidades ligadas às 29 práticas integrativas e complementares da Saúde apresentaram as sugestões para elaboração do projeto de lei. Segundo Ubaldo Fernandes, a previsão é que a proposta seja finalizada e apresentada em 15 dias, quando deverá começar a tramitação e discussão no Legislativo.

“Essa é nossa primeira reunião prática e esse grupo trabalha para elaborar esse projeto. Vamos discutir junto ao grupo, apresentar ao Governo do Estado e buscar a utilização dessas práticas na saúde pública potiguar”, disse Ubaldo Fernandes.

Também presente à discussão, o deputado Getúlio Rêgo elogiou a iniciativa de se debater o tema e disse que está à disposição para colaborar com os profissionais.

“O nosso mandato está à disposição para colaborar e podem contar conosco. É uma causa que abraçamos”, disse.

A proposta do grupo ainda não está finalizada e vai ter os detalhes discutidos nos próximos dias para que, até o fim do mês, o projeto esteja finalizado e apto a entrar em tramitação no Legislativo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: