Gustavo Soares obriga aprovação de projeto que custará 2,3 milhões e agora quer ludibriar cidadão com manobra

O fantoche de prefeito do Assú, Gustavo Soares, junto com o seu irmão, o deputado George Soares, obrigaram os vereadores por eles liderados, a votarem a favor do projeto de aumento de salário dos vereadores e prefeito, que custará por ano, mais de 2 milhões e 300 mil reais ao bolso do cidadão do Assú.

Mas agora, depois que a população assuense se rebelou contra essa imoralidade, pois o custo para cada vereador, seria de 150 mil reais, e ao ano, os 15 vereadores iriam custar 1 milhão e 800 mil, o prefeito que não mora na cidade, receberia mais de 300 mil ao ano, e o vice, 156 mil, então, o prefeito chamou os vereadores que ficaram expostos ao desgaste para propor um acordo indecente, que vetaria o projeto de aumento, mas em contra partida, aprovaria o projeto dos cargos.

Os vereadores que aprovaram o projeto, estão sendo ridicularizados nas redes sociais e recebendo centenas de críticas, avisaram ao fantoche de prefeito, que ele ou sanciona tudo, ou veta tudo, pois no entendimento deles, a exposição negativa só seria compensada com a sanção completa e não em partes.

A população do Assú tem criticado e mostrado com força, toda a insatisfação diante dessa imoralidade, que é torrar o dinheiro do povo, autorizando um aumento nos custos do legislativo e executivo, de quase 400 mil reais, que poderiam ser investidos na saúde, na educação, ou em qualquer outra área que vá beneficiar a população, e por isso, o prefeito Gustavo quer fazer uma manobra pra ser o salvador da pátria, ou melhor, encenar, pois tudo partiu dele.

A votação do projeto foi apertada, os favoráveis foram os vereadores Wedson, Tê, Paulinho de Marlene, Elisangela, Matheus, João Paulo, Waldson e Xavier Enfermeiro. OS contrários foram os vereadores Stélio, Fabielle, Delkiza, Beatriz, Walace, Junior do Trapiá e Paulo Brito.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: