Gustavo Soares pode ser investigado por crime de improbidade administrativa

Nos bastidores das rodas de conversas na cidade do Assú, não se fala em outra coisa, a não ser que o prefeito impopular Gustavo Soares enfrentará sérios problemas em sua administração, após a publicação do Diário Oficial do Município na última quarta – feira(19), que traz a abertura de uma licitação para contratação de 04 LETREIROS/LOGOMARCA, na modalidade de Pregão Presencial.

A licitação anunciada e que ainda terá a data de realização de pregão no dia 05 de julho de 2019, foi misteriosamente adiantada no tempo e seu objeto licitatório que é a contratação de 04 LETREIROS/LOGOMARCA, já foram confeccionados, já que o próprio prefeito e a prefeitura, anunciaram em suas redes sociais a confecção já quase finalizada de letreiros, que seriam colocados em 04 pontos da cidade, caso trate – se do mesmo objeto do pregão.

O Ministério Público, sentinela da observação da lei, poderá se achar inconsistências, abrir investigação contra o gestor do município por improbidade administrativa e o mesmo terá de arcar com as consequências de uma possível fraude no processo licitatório, já que em tese não teria como adivinhar quem seria o vencedor, principalmente quando o serviço já foi executado.

Desta forma, o MP e outros órgãos de fiscalização, deverão cobrar esclarecimentos por parte da gestão, pois não se compra nada para licitar depois, e se for comprovado que houve direcionamento, e favorecimento, o gestor será penalizado, já que infringiu todas as recomendações legais, e poderá até ser cassado por improbidade administrativa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: