fbpx

Huck procura DEM, relata medo de ser traído e pede conselho sobre candidatura

Fernando Henrique Cardoso não foi o único político procurado por Luciano Huck. Após consultar o cardeal tucano, o apresentador reativou pontes com as cúpulas de partidos que, em algum momento, acenaram à sua candidatura ao Planalto, como o DEM. A todos, externou dúvida profunda. Pediu conselhos e ouviu que as decisões mais difíceis são aquelas que se tomam na solidão. Disse ter medo de se lançar e depois ser traído. Se quiser disputar, avisaram, terá que abraçar o risco.

Ser ou não ser A amigos, Huck tem dito que muda de opinião sobre se candidatar à Presidência “pelo menos umas cinco vezes por dia”.

Sem garantias O apresentador confessa ter medo de “entrar numa aventura” e, depois de já ter saído da Globo, “puxarem seu tapete”, acabando sem contrato com a emissora e sem a eleição.

Como gelo Huck falou com ao menos três caciques do DEM nos últimos dias. Ouviu deles que Rodrigo Maia (DEM-RJ) é, agora, o plano A da sigla. Foi aconselhado a ter sangue frio porque, especialmente nesta eleição, as alianças só se definirão na antevéspera do prazo, em agosto.

Cego em tiroteio A grande preocupação do apresentador é que o PPS, sozinho, não tem tempo de TV ou recursos suficientes para dar a ele condições confortáveis na disputa. Ele também sabe que seria alvo de cobertura austera da Globo, que tem feito de tudo para se distanciar publicamente do impasse. As informações são da coluna Painel/Folha de São Paulo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: