Ibama libera Terminal Salineiro de Areia Branca

Construído em 1974, Porto-Ilha de Areia Branca é a principal saída de sal do RN (Foto: Ricardo Araújo)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) comunicou no início da tarde desta quinta-feira (19), a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) que o Terminal Salineiro de Areia Branca, o Porto-Ilha, foi desembargado e pode retornar as atividades normais imediatamente.

O embargo aconteceu no dia 12 de julho, por causa de pendências no processo de regularização ambiental do empreendimento e irregularidades constatadas durante inspeção. O Instituto Meio Ambiente afirma que a equipe de fiscalização identificou inconformidades e irregularidades relacionadas ao armazenamento e abastecimento de combustíveis, contaminação do solo, lançamento de resíduos no mar, instalações inadequadas e acúmulo de resíduos sólidos.

A Codern diz que realizou os procedimentos para atender as exigências emergenciais. Será assinado um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre a Companhia e o Ibama para ser executado e assim todas as pendências serem solucionadas.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: