Incêndio devasta prédio de 14 andares em Valência, Espanha

Um incêndio de grandes proporções consumiu um prédio de 14 andares no bairro de Campanar, em Valência, onde existem 138 residências. O fogo causou grande coluna de chamas e densa fumaça que afetaram a maior parte das plantas do bloco, localizado entre as ruas Maestro Rodrigo e Poeta Rafael Alberti. Em apenas meia hora, as chamas afetaram todo o edifício, que foi construído em 2008.

Equipe de emergência auxilia vítimas

Embora ainda não haja confirmação do número exato de vítimas, um hospital de campanha foi montado no local para atendimento. Foi registrado até o momento o atendimento a sete pessoas. Entre estas, três são bombeiros que estavam combatendo o incêndio: dois deles foram encaminhados ao hospital por inalação de fumaça e queimaduras nas mãos e o outro apresentava fratura no pulso.

Entre os moradores que estavam no prédio no momento do incêndio, um homem foi levado ao Hospital General por inalação de fumaça. Duas pessoas do sexto andar foram transportadas para o hospital Doctor Peset e um menor de idade foi encaminhado ao hospital 9 de Octubre por conta própria.

Possível causa do incêndio

David Higuera, engenheiro técnico e especialista em instalações de edifícios, sugere que o material utilizado na fachada pode ter sido a causa da rápida propagação do fogo. Trata-se de placas de alumínio com um isolante sintético que é altamente combustível. “Eles têm muito bom comportamento térmico contra o calor e o frio, mas essas espumas sintéticas são muito combustíveis”, afirma Higuera.

Ocorrência mobiliza equipes de emergência e gera alerta nas redes sociais

A Emergências, que recebeu o aviso por volta das 17h30, solicitou através das redes sociais que as pessoas evitem se aproximar do local do incêndio e áreas adjacentes devido ao risco e para facilitar o trabalho das equipes de resgate. A polícia isolou as vias de acesso para evitar acidentes e facilitar a chegada de veículos de emergência.

Carlos e Dani, dois jovens de 16 anos que estavam em um parque próximo ao edifício quando o incêndio começou, ficaram chocados ao ver o fogo se espalhar rapidamente. Eles relataram ter visto moradores nos varandas pedindo socorro.

Medidas emergenciais em andamento

O 112 mobilizou dez equipes de bombeiros municipais, dois SAMU e um SVB para o local do incêndio, que se originou aparentemente em um quarto andar do prédio e se espalhou para o resto do prédio, de acordo com informações da Emergências em sua conta do X (chorissa Twitter). Também foram mobilizadas uma unidade de suporte e coordenação, um veículo para múltiplas vítimas, um hospital de campanha, três SAMU, dois de Suporte Vital Básico e uma ambulância convencional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.