Incêndio na Amazônia e investimento no Hospital Maria Alice pautam líderes da ALRN

A Amazônia enfrenta um recorde de focos de incêndio para o mês de fevereiro, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia. O assunto ganhou repercussão no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, durante discurso do deputado estadual Coronel Azevedo (PL), no horário das lideranças. Já a deputada Eudiane Macedo (PV) abordou a necessidade de investimentos no Hospital Maria Alice Fernandes, na zona Norte de Natal.Com 2.924 pontos de queimadas identificados pelas imagens de satélite até o último dia 26, a quantidade é a maior desde o início da série histórica, iniciada em 1999. Ainda de acordo com Coronel Azevedo, “narrativas foram criadas contra o Governo Bolsonaro, e agora está pior”. O deputado também criticou o fato do brasileiro pagar a “maior carga tributária do mundo”.Em seguida, a deputada Eudiane Macedo relatou que visitou, recentemente, o Hospital Maria Alice Fernandes, referência em atendimento pediátrico na capital potiguar. Na unidade, a parlamentar relatou que ouviu da direção e até mesmo das mães das crianças que estão sendo atendidas pelos médicos a necessidade da construção de uma casa de apoio para atender aos pais e mães que têm filhos internados. “É tão cotidiano os políticos chegarem às repartições públicas e já chegar chutando a porta para poder ter algo a falar, eu estava lá para somar, tentar ajudar ao hospital. E há a necessidade dessa casa para acolher mães e pais que precisam ficar no hospital durante internação, o hospital não dispõe de espaço adequado que ofereça conforto e segurança”, disse Eudiane.A deputada garantiu a diretoria da unidade que destinará uma emenda parlamentar com o objetivo de permitir a construção do imóvel, que já teria até terreno disponível. “Garanti ao hospital que vamos destinar emenda para que o sonho não só delas, mas em especial de todas as mães que precisam estar com seus filhos no hospital se torne uma realidade, que elas possam ter um lugar adequado”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.