fbpx

Incêndio volta a atingir a Ceasa em Natal

Incêndio volta a atingir a Ceasa em Natal

Novos focos de incêndio voltaram a atingir a Central de Abastecimento de Alimentos do Rio Grande do Norte (Ceasa), que fica na Zona Oeste de Natal., no início da noite desta terça-feira (20).

Uma viatura do Corpo de Bombeiros foi enviada ao local. A equipe da corporação havia terminado de trabalhar na ocorrência no fim da tarde, fazendo rescaldo do ambiente para evitar novos focos possíveis de incêndio.

O trecho atingido nesta noite foi exatamente o mesmo que pegou fogo na madrugada desta terça-feira (20) e envolveu cerca de 10 carros do Corpo de Bombeiros no combate ao fogo.

O incêndio foi considerado controlado pouco antes das 8h, mas a equipe da corporação seguiu até o fim da tarde no trabalho para evitar que o fogo retornasse.

Incêndio na madrugada

 

Incêndio atingiu depósito e loja de frutas na Ceasa, em Natal — Foto: Jipe Turismo

Incêndio atingiu depósito e loja de frutas na Ceasa, em Natal — Foto: Jipe Turismo

Pelo menos o depósito de uma distribuidora de produtos de supermercado e uma loja de frutas foram destruídos pelas chamas. O teto do depósito desabou. O Corpo de Bombeiros começou o combate às chamas ainda na madrugada, antes das 4h. O incêndio foi considerado controlado pouco antes das 8h.

Dezenas de caminhões que chegavam ao local pela madrugada para descarregar alimentos tiveram que ficar do lado de fora e o trânsito da região teve várias interdições.

Bombeiros passam a manhã inteira combatendo incêndio na Ceasa, em Natal

Cerca de 10 caminhões de combate ao incêndio foram utilizados no trabalho. Pela manhã, um caminhão de água da Marinha também foi cedido para o combate às chamas.

Em nota, a direção da Central informou que o incêndio começou por volta das 3h30 e que não houve feridos. Também confirmou que duas lojas foram atingidas. “A causa do incêndio será investigada pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep/RN)”, disse.

G1RN

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: