INDÍCIOS DE FRAUDE: Rennan Alves recebeu salário de novembro e foi exonerado ontem com data de 07/11 pelo prefeito Gustavo Soares

Alvo em uma ação judicial eleitoral por suspeita de compra de voto, Rennan Alves, defensor da gestão Gente cuidando de gente e homem de confiança do prefeito Gustavo Soares, foi exonerado na edição do Diário Oficial do município de ontem.

Só que o estranho, é que Rennan recebeu salario de novembro, mas foi exonerado no diário de ontem, de 07 de dezembro com data de 07 de novembro, ou seja, retroagindo 30 dias, e fazendo com que toda a cidade pense que isso é suspostamente um fato envolvendo fraude.

Ninguém sabe se a exoneração foi feita com data errada ingenuamente ou se a gestão do prefeito Gustavo Soares quer mesmo brincar com a inteligência do Ministério Público e a justiça, supostamente tentando dar a entender que Rennan não exercia cargo de confiança na ação que investiga a captação ilícita de sufrágio em distintas maneiras com a finalidade de obter vantagem para a candidatura da chapa majoritária de Gustavo e Fabielle.

Vai ser difícil ele desqualificar a ligação de Rennam com a gestão, pois o salário de novembro já foi pago e gerou até contra cheque no portal da transparência, mas como o vencimento do FGTS foi ontem, eles podem ter pago salário e não terem informado ao INSS, e assim, fizeram retroagir a exoneração em 30 dias.

Mas só esqueceram de excluir o contra cheque no portal, que já prova que ele trabalhou sim em novembro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: