fbpx

IPANGUAÇU: Justiça eleitoral ouvirá Valderedo e sua “trupe” em 30 de março

O prefeito Valderedo Bertoldo e sua “trupe”, que foi alvo de investigação do Ministério Público em 2020, com uma operação deflagrada envolvendo supostos abuso de poder econômico e político.

Os envolvidos no processo são o prefeito Valderedo Bertoldo, a vice-prefeita eleita Mara Carmelita, Pedro Janildo Souza De Araujo Junior, Yuri Feldman Cabral Da Silva, Leandro Ferreira Tome, Jose Neto Costa, Francinaldo Gonzaga Bento.

Diante dos fatos constatados pelo MP eleitoral, “o atual gestor teria contratado quantidade expressiva de pessoas para trabalhar na Prefeitura, por meio de contrato com empresa terceirizada, acrescentando que tais pessoas não se encontravam trabalhando, sendo os denominados “servidores fantasmas”, segundo o MP.

Ainda na investigação contra o prefeito Valderedo, Yuri é suspeito de favorecer eleitores com benesses, incluindo transferências bancárias, além de ter sido encontrado dormindo na casa do prefeito. O MP eleitoral ainda reitera que pelo fato de Yuri não está com o celular, inviabilizou diretamente, conhecer o conteúdo de suas conversas sobre abuso de poder político e econômico.

Diante dessas e mais outras provas, a juíza eleitoral Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas, vai realizar uma audiência de Instrução e Julgamento que já foi marcada para o dia 30/03/2022.

O cenário não é muito agradável para o prefeito Valderedo e sua “trupe”, pois de fato, estão iniciando o ano de 2022 já com tudo, com audiência marcada que pode comprometer a vida política do prefeito e de seus aliados.

Se de fato os envolvidos cometeram esses crimes com dinheiro público, devem ser severamente punidos, exatamente como o MP eleitoral requereu, que foi a inelegibilidade de todos envolvidos e cassação da chapa eleita Valderedo e Mara Carmelita.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: