IPANGUAÇU: Novo adjunto da Cultura e seu histórico de polêmicas fazem Remo ter mais uma repercussão negativa em sua gestão que já está em queda na opinião popular

O novo subsecretário de Cultura e Turismo da cidade de Ipanguaçu, carrega consigo um histórico de polêmicas, baixaria e casos obscuros.

A escolha que causou uma repercussão negativa entre os agentes culturais locais, que estavam construindo uma linha de diálogo com a gestão da cultura, e agora com a troca inesperada, vêem uma pessoa de pouco diálogo e que geralmente crítica artistas locais em grupos de mensagens, criando um clima de desarmonia.

Ele, que outrora fez parte da gestão de Leonardo Oliveira, acumulou passagens por diversas repartições, inclusive a cultura, onde não desempenhou um bom trabalho, tendo também uma desastrosa passagem pela direção da escola Francisco Florêncio, na qual, deixou inimizades e serviços burocráticos pra serem feitos.

Na interina gestão de Doel Soares, passou pela Assistência Social e causou situações delicadas e inconvenientes.

Recentemente, enquanto sub do Gabinete do Prefeito Remo Fonseca, estava dando o que falar, além de usar o horário do expediente falando mal das pessoas em grupos e agredindo a todos com deboches e palavras de baixo calão, como se o prefeito não fosse precisar na população na eleição, era visto como um servidor de pouca utilidade.

Na verdade, se fosse feito uma enquete, o adjunto nem seria nomeado diante da repercussão negativa que causa na cidade, e o prefeito Remo continua em queda perante a opinião pública com tantas escolhas erradas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.