Irmão de João Eudes orienta presidente da Câmara de Itajá envolvido em escândalo a ficar em silêncio para enganar população

 

A cidade de Itajá e todo o Vale do Açu foi pega de surpresa com a cara de pau do presidente da Câmara, vereador Valderi Melo, ao protagonizar um vídeo em que conta detalhes da utilização da máquina pública em seu favor, o que é proibido por lei.

No vídeo o vereador dá detalhes e deixou a população revoltada, que se pergunta até que ponto está sendo utilizado os recursos da Câmara Municipal de Itajá de forma errada e que contraria todas as leis vigentes do país.

E para completar todo esse escândalo que veio a tona, o irmão do pré candidato a prefeito João Eudes e assessor da Câmara, Anselmo Pegado, segundo se comenta, teve um áudio vazado em que orienta o presidente da Câmara a ficar em silêncio, não responder a nenhuma indagação sobre o conteúdo do vídeo em que aparece dizendo como ganha votos se utilizando dos recursos financeiros que comanda na casa legislativa.

Dizem ainda, que essa orientação partiu do pré candidato a prefeito João Eudes, como uma manobra para enganar a população e fazer com que todos esqueçam do assunto.

O mais triste disso tudo, é que tanto o prefeito Alaor como seu pré candidato optaram pelo silêncio ao invés de comentar sobre o vídeo em que um outro aliado aparece indicando como utiliza as verbas públicas que são repassadas pela Prefeitura, e assim, eles deixam a população em dúvida, se eles compactuam com essa atitude ou se reprovam.

O Ministério Público deve investigar tudo o que foi relatado, e com certeza vai mais além, ao procurar se esse estilo de burlar a legislação eleitoral também acontece com os aliados do vereador, que são os pré candidatos a prefeito e vice, além de todos os vereadores do grupo da base aliada do prefeito.

Oiça o áudio que vazou:

Uma resposta para “Irmão de João Eudes orienta presidente da Câmara de Itajá envolvido em escândalo a ficar em silêncio para enganar população

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.