fbpx

Joesley e Saud deixam sede da Polícia Federal em SP e seguem para Brasília

Os executivos da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud deixaram a Superintendência da Polícia Federal (PF), em São Paulo, por volta das 10h30 desta segunda-feira. Após passar a noite na carceragem, eles seguiram em direção ao Aeroporto de Congonhas, onde vão embarcar para Brasília.

Já na capital federal, os delatores devem passar por exame de corpo de delito antes de se dirigirem à PF, onde ficarão detidos por, pelo menos, mais quatro dias. Inicialmente, o procedimento era previsto para ser feito em São Paulo, mas acabou sendo adiado por acordo entre investigadores e advogados.

Durante a manhã, a PF cumpriu cinco mandados de busca e apreensão relacionados ao caso. No Rio, o alvo foi o apartamento do ex-procurador Marcelo Miller, acusado de passar instruções ao executivos da J&F durante a negociação do acordo.

Em São Paulo, os agentes cumpriram quatro mandados de busca: nas casas de Joesley, Saud e Francisco de Assis e Silva, advogado da empresa, além de ir até a sede da companhia. Joesley e Saud se apresentaram à polícia por volta das 14h deste domingo, depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a prisão preventiva dos dois delatores, atendendo a um pedido feito pelo procurador-geral Rodrigo Janot. As informações são de O Globo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: