Jornal bolsonarista dá demissão de Weintraub como certa e especula sucessor

abraham-weintraub-visita-acampamento-agro

O jornal bolsonarista na internet Brasil sem Medo publicou artigo na tarde desta quarta-feira (17/06) dando como decidida – e iminente – a demissão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, e já cogitando possíveis sucessores.

O Ministério da Educação e o Palácio do Planalto dizem não ter informação sobre isso, mas o veículo de comunicação é uma espécie de porta-voz do olavismo, a corrente que segue as orientações de Olavo de Carvalho, o professor on-line de filosofia que faz as vezes de guru de parte do entorno do presidente Jair Bolsonaro. Olavo é um dos idealizadores e tem uma coluna no jornal.

Weintraub é um dos mais vistosos seguidores do ex-astrólogo, hoje morador da Virginia, nos Estados Unidos. Para o Brasil sem Medo, “o governo federal deve anunciar em breve, talvez ainda hoje, a saída” do ministro. “Ele deixará o comando da pasta e provavelmente será designado para um cargo no exterior.”

Segundo o veículo bolsonarista, com trânsito livre no Planalto, são cotados como possíveis sucessores o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim, e a secretária nacional do Ensino Básico, Ilona Becskeházy. Outra opção seria o capitão-de-fragata Eduardo Melo, que chegou a ser secretário-executivo adjunto da pasta ainda sob o comando de Ricardo Vélez Rodriguez, o primeiro ministro da Educação de Bolsonaro, e depois foi alojado na TV Escola.

O veículo, entretanto, teme que o Centrão consiga, com o apoio do que chama de “ala pragmática e positivista” do governo (embora não seja claro a que exatamente se refere), emplacar algum outro nome.

Metrópoles

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: