fbpx

José Dias chama atenção para problemas na administração do Estado

Com base em manchetes de um jornal local, o deputado José Dias (PSDB) usou o horário destinado aos líderes parlamentares na sessão plenária da Assembleia Legislativa, desta quarta-feira (21), para fazer críticas ao Governo do Estado, pela situação em que se encontra o Rio Grande do Norte.

De acordo com o deputado, as manchetes destacam problemas em vários setores da administração, ao se comparar com a situação da iniciativa privada, que está lutando e conseguindo resultados.
“Os índices de exportação estão subindo e o Rio Grande do Norte está respondendo às ações da iniciativa privada. No tocante à administração estadual, as manchetes registram o pior ensino médio do Brasil; potiguares entram na extrema pobreza; por falta de estrutura os conselhos tutelares fecham nos finais de semana. O Estado volta a ser o vigésimo do País em competitividade”, registra o deputado José Dias.

Em seu pronunciamento, o deputado também falou sobre a situação do hospital Walfredo Gurgel que suspendeu as cirurgias eletivas, e que a evasão de alunos do Rio Grande do Norte segue em Alta, dita pelo próprio secretário de Educação. José Dias disse também que o Governo entrou com uma liminar no Superior Tribunal de Justiça para que seja compensada a queda na arrecadação que “seria fabulosa”, por causa da redução do preço dos combustíveis.

“A arrecadação foi a terceira melhor nos últimos trezes meses. E há informação que o governo tem em caixa R$1,2 bilhão, enquanto o povo está morrendo no hospital Walfredo Gurgel”, pontuou o deputado.
Por fim deputado fez crítica ao demérito feito a Dom Manoel Tavares, retirando o nome do ex-bispo de Caicó de uma escola na região Seridó para a colocação do nome de uma pessoa que morreu na região, que “embora fosse merecedora de todas as homenagens, mas retirar a homenagem a Dom Tavares foi uma desconsideração com a Igreja de Caicó e do Seridó”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: