Justiça do Trabalho aprova aumento automático para juízes

Apesar de estar em recesso, a Justiça do Trabalho aprovou em sessão extraordinária a retomada do pagamento de um penduricalho suspenso desde 2006.

A decisão aconteceu no âmbito do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CJST) que é liderado pelo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Lelio Bentes Corrêa. Também compõe o conselho os presidentes do Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs).

A sessão para análise aconteceu no dia 11 de janeiro e a informação foi divulgada pelo jornal Folha de São Paulo, nesta quinta-feira, 18.

A votação durou cerca de dois minutos. Com isso foi retomado o Adicional por Tempo de Serviço (ATS). Esse penduricalho é conhecido como quinquênio e corresponde a um aumento de 5% dado automaticamente a cada juíz no intervalo de cinco anos. O benefício estava suspenso desde 2006.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.