Justiça mantém aposentadorias de quase R$ 30 mil mensais para ex-desembargadores condenados

Seis anos após deflagrada a Operação Judas, os ex-desembargadores Osvaldo Soares Cruz e Rafael Godeiro Sobrinho foram condenados pela Justiça potiguar por envolvimento em um esquema fraudulento que desviou R$ 14.195.702,82 do setor de precatórios do Tribunal de Justiça do RN.

Os crimes teriam ocorrido, segundo investigações do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) que resultaram na deflagração da operação em janeiro de 2012, no período em que eram presidentes da instituição.

A Justiça, no entanto, não aceitou suspender o pagamento do salário dos desembargadores aposentados que recebem, aproximadamente, R$ 30 mil mensais. As informações são da Tribuna do Norte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: