LETREIROS: Prefeitura do Assú deverá ser investigada por suposta fraude em licitação de letreiros

O desastre anunciado da administração do prefeito turista Gustavo Soares só cresce a cada dia, podendo a sua gestão ser comparada a cada amanhecer, a uma verdadeira tragédia shakespeariana, cheia de nuances e contrastes, e a última aconteceu no auge do São João, onde o prefeito anunciou em suas redes sociais, a confecção de letreiros que seriam espalhados em quatro pontos da cidade.

A população esperou sentada e frustrou-se com a instalação dos mesmos, já que aguardava ansiosamente, logo após o vídeo ter sido postado pelo prefeito que escancarava os letreiros, com tudo praticamente confeccionado.

No vídeo postado, dá pra ver qual o nome da empresa, a Norte Placa, com os funcionários fardados, e trabalhando para concluir o serviço.

Mas o que não está explicado, é porque a Prefeitura do Assú mandou confeccionar os letreiros, que foram, de fato, confeccionados antecipadamente no tempo, conforme publicação de vídeos do prefeito, e logo depois publica no DOM, a realização de pregão presencial para hoje, dia 05, tendo como objeto a confecção de quatro letreiros que deveriam ainda ser confeccionados, mas que ficaram prontos antes do resultado da licitação.

Dito isto, após a realização do pregão presencial de hoje, a Prefeitura acaba de publicar no DOM, que a ganhadora da licitação, é a mesma que confeccionou os letreiros antes mesmo do anúncio da licitação. Agora, caberá ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas, iniciarem investigações e esclarecer a população se isso é legal, uma empresa realizar um serviço antes da licitação e a própria empresa ganhar o serviço que já foi executado.

O prefeito turista não respeita o princípio da legalidade que prevê que antes da realização de qualquer serviço pela administração pública, é necessário abrir licitação para que todos os interessados participem e a empresa que ofertar os melhores preços seja a escolhida, e aí só assim os serviços ofertados pela empresa possam ser executados.

Apesar de ser novo no ramo político, Gustavo além de ter entrado para história como o pior prefeito, pode ficar inelegível já que desde que assumiu o comando da Prefeitura, vive na mira do Ministério Público, com supostas práticas que ferem a moralidade e a legalidade pública.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: