Luiz Eduardo chama atenção para necessidade de ações para segurança e saúde do RN

A falta de segurança e a crise na saúde estadual pautaram o discurso do deputado estadual Luiz Eduardo (SDD) durante sessão ordinária desta quarta-feira (01). O parlamentar ressaltou a necessidade de aumento no efetivo e no número de viaturas para a Companhia de Turismo da Polícia Militar, diante dos constantes aumentos no número de assaltos na área da praia de Ponta Negra, um dos principais destinos turísticos do RN.“Ponta Negra é onde a maioria dos turistas se hospeda em Natal. Realizamos uma reunião com todos as autoridades da segurança pública solicitando mais efetivo e mais viaturas e uma atenção melhor para a Companhia de Turismo e que ela venha ser transformada em batalhão”, ressaltou.Luiz Eduardo falou ainda sobre o que considerou, falta de compromisso por parte do Governo com a saúde do Estado. “O governo fez acordo com os médicos anestesistas da UTI para pagar um atrasado e o restante parcelado, quando foi agora entrou em contato com a cooperativa e disse que não vai conseguir cumprir com o combinado, o que na minha opinião demonstra a falta de compromisso com a saúde do RN”, disse.Galeno Torquato (PSDB) reforçou o discurso do colega deputado, em um aparte, para sugerir que a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa convoque a secretária estadual de saúde e o representante do Ministério Público com o intuito de retomar as cirurgias eletivas. “O que vemos são vários pacientes aguardando cirurgias em casa. Não podemos nos calar diante desse descaso. Precisamos convocar a secretária de saúde, a representante do Ministério Público para que haja uma ação com o objetivo de cessar essa fila”, sugeriu.Retomada a palavra, Luiz Eduardo destacou o colapso em que se encontra o RN. “O RN está colapsado. Saúde, segurança, fornecedores com pagamentos atrasados, educação sendo considerada a segunda pior do Brasil, geração de emprego e renda nas costas apenas da iniciativa privada. A realidade é que o RN está um caos”, finalizou Luiz Eduardo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.