fbpx

Lula cancela ato em Passo Fundo em razão de protestos

Lula passa pela cidade Palmeira das Missões, no RS, durante caravana pela região Sul do país

Após três horas de espera, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou na tarde desta sexta-feira (23) ato que realizaria em Passo Fundo, onde manifestantes haviam fechado a principal via de acesso à cidade.

O ex-presidente chegou a esperar pela desobstrução da estrada, mas, por motivo de segurança, foi obrigado a cancelar sua visita à cidade.

Ele se pronunciará sobre o bloqueio da estrada em ato que realizará ainda hoje no município de São Leopoldo.

Manifestantes, em sua maioria apoiadores do deputado Jair Bolsonaro, bloquearam o acesso do ex-presidente à cidade.

Informados pelo rádio, eles usaram tratores e queimaram pneus para obstruir a passagem da caravana.

À espera de Lula na beira da estrada, os manifestantes carregam ovos, chicotes, correntes e até um taco. As informações são de Catia Seabra – Folha de São Paulo.

Presidente do sindicato dos ruralistas da cidade, Jair Dutra Rodrigues diz que os ovos são para o almoço.

A Brigada Militar usou bombas de gás lacrimogêneo para dissipar os manifestantes. Mas Lula e sua comitiva continuam retidos na estrada.

​Pela manhã, em uma visita a trabalhadores rurais, Lula voltou a criticar fazendeiros. E disse que em 72 anos de vida nunca bloqueou o acesso de seus adversários.

Enfrentando protestos, desde terça-feira (20), a caravana conta com uma escolta do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra).

A região Sul, escolhida para a quarta etapa da caravana, é onde o ex-presidente tem menos apoio.

Segundo pesquisa Datafolha feita no fim de janeiro, 23% dos eleitores da região manifestaram intenção de votar no petista, contra 41% no Norte e 56% no Nordeste, por exemplo.

Conscientes do grau de hostilidade ao partido na região, petistas chegaram a questionar a oportunidade da passagem pelo Sul, mas Lula insistiu em ir.

O plano inicial é de, durante nove dias, Lula percorrer os três estados da região, totalizando 2.700 quilômetros.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: