fbpx

Lula “cresce o olho” em doações a Dallagnol

‘Se ele pode arrecadar, pode pagar mais’, diz o petista; ex-procurador da Lava-Jato diz ter recebido mais de R$ 500 mil para quitar indenização.

O ex-presidiário  Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (25/3) que pretende entrar com um recurso na Justiça para aumentar a indenização a ser paga pelo ex-procurador Deltan Dallagnol. O valor estipulado no processo referente à apresentação de PowerPoint com as acusações da operação Lava Jato contra o petista foi de R$ 75 mil.

Ao discursar em um evento na cidade de Santo André (SP), o ex-presidente ironizou a condenação de Dallagnol, dizendo que essa foi uma “mentira que o deixou feliz”.

“Temos que ter muito cuidado com as mentiras que vemos por aí, que chegam pelo WhatsApp. Mas confesso que tem uma mentira aí que me deixou feliz”, disse Lula, referindo-se à condenação de Dallagnol.

“A gente estava reivindicando R$ 1 milhão, a Justiça só deu R$ 75 mil, que com a correção vai dar uns R$ 130 mil. Ele já fez campanha porque disse que não podia pagar e arrecadou mais. Então, talvez agora a gente entre com recurso para cobrar mais porque, se ele pode arrecadar, ele pode pagar mais”, disse Lula”, continuou, referindo-se às doações que o próprio Dallagnol divulgou ter recebido.

Em vídeo publicado no YouTube, Dallagnol disse ter recebido mais de R$ 500 mil em doações após ser condenado a indenizar o ex-presidente por danos morais.

O valor superou a indenização determinada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), fixada em R$ 75 mil. A apresentação acusava Lula de liderar uma organização criminosa.

“Quero agradecer de todo o coração pela coisa incrível que vocês fizeram, inacreditável. Em menos de 24 horas, vocês, espontaneamente, pegando meu CPF na internet e fazendo doações via Pix, depositaram mais do que o valor daquela condenação injusta, absurda que o STJ determinou que eu pagasse para o Lula”, disse o ex-procurador, no vídeo.

Com informações do Terra Brasil Notícias.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: