Luxo em casamento de filha de ministro da Saúde provoca protestos

As cenas de protestos com arremessos de ovos, copos de cerveja e cuspe no casamento da filha do ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), são um indício que a sociedade está chegando no limite de paciência e tolerância com tais ostentações de luxo.

A noiva é caçula do clã pepista que está na política há três gerações no Paraná.  A festa do casamento, uma recepção para 1.200 pessoas, foi na Sociedade Garibaldi, um prédio do patrimônio histórico. A estrutura metálica erguida para abrigar os convidados foi alvo de críticas e contribuiu para piorar o clima da manifestação.

Há meses as pesquisas mostram a descrença da sociedade contra representantes do sistema político atual, que é agravada pelos efeitos da crise econômica. A corrupção revelada pela Operação Lava Jato reforça a revolta contra desvios de dinheiro público e aumenta a desconfiança da população na classe politica. As informações são do Congresso Em Foco.

A notícia de que a lista de presentes do casal incluía mimos caros como açucareiro de R$ 400,00 e garrafas térmicas de prata serviu de estimulante para a revolta: “Essa galera não é gentil com o nosso dinheiro. É uma classe de bandidos, corruptos”, afirmou um estudante, militante do PCdoB.

Ao seu lado, outros manifestantes protestavam contra a falta de remédios nos postos de saúde, o fim de direitos trabalhistas e votações tramitadas a golpes, segundo notícia da Folha de S.Paulo.

Não é a primeira vez que casamentos de herdeiras de políticos e empresários se transformam em palco de protestos. Em 2013, em meio a manifestações contra o aumento de R$ 0,20 no transporte público, a pompa da cerimônia da filha do empresário Jacob Barata, o “rei dos ônibus”, foi alvo de revolta popular.

Essas demonstrações de ira como em Curitiba e no Rio, com xingamentos e arremessos de objetos, mostram que o povo está chegando no limite da paciência e da tolerância. Demonstrações de luxo e ostentações são associadas a gastos com dinheiro público. Disseminadas rapidamente nas redes sociais, alimentam tumultos na vida real.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: