Maia não garante a Temer votação de denúncia antes do recesso na Câmara

A segunda secretária da Câmara, deputada Mariana Carvalho, na presença do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, faz a leitura da denúncia feita pela PGR contra o presidente Michel Temer

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não deu garantias ao presidente Michel Temer de que a denúncia apresentada contra o peemedebista será votada antes do recesso parlamentar, como quer o governo. Com receio de um agravamento da crise e do aumento de dissidências na base aliada, “Temer busca encerrar esse processo o quanto antes.

O presidente recebeu Maia neste domingo (9) no Palácio do Jaburu para questioná-lo sobre o cronograma da votação, segundo a Folha de São Paulo apurou. O presidente da Câmara disse que a data da decisão final sobre a denúncia no plenário dependerá da tramitação do tema na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).

Apesar das intenções do governo de acelerar a votação, o cronograma estabelecido até agora deixa aberta a possibilidade de que o processo só seja concluído em agosto –após o período de recesso parlamentar que começa em 18 de julho.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: