Mais de 300 transplantes são feitos no Rio Grande do Norte em 2023

A Central de Transplantes do Rio Grande do Norte, órgão da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), fechou o ano de 2023 com 320 transplantes realizados em hospitais do estado. Dos cinco tipos de procedimentos feitos no RN, o de córnea foi o líder do ranking, com 144 transplantes ao longo dos 12 meses.

Além desses, foram feitos 50 transplantes de rins, dois de pele e quatro de coração – este que foi o dobro de procedimentos do ano anterior, o que fez com que a lista de espera fosse zerada.

Outra lista que praticamente foi zerada ao longo de 2023 foi a de medula óssea, com 120 transplantes.

“Tivemos uma redução na taxa de transplantes de medula óssea, que foram 160 em 2022, justamente porque praticamente zeramos a fila. Encerramos o ano com apenas cinco pacientes em lista, ou seja, dá para considerar que estamos zerados”, explicou a coordenadora da Central de Transplantes do RN, Rogéria Medeiros.

 

Doação de órgãos

 

O RN é o 5º estado do Nordeste que mais faz doações de órgãos. Em 2022, foram realizados 335 transplantes, sendo 129 de córneas, 162 de medula óssea, 39 de rins, dois de coração e três de pele. Já este ano, foram 84 procedimentos de córnea, 29 de rins e três de coração.

A Sesap regula a captação de órgãos, prioritariamente, em duas unidades da rede estadual: no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, e no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em Natal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.