Mais mortos do que no Vietnã

O primeiro relatório do Atlas da Violência 2018, divulgado há duas semanas, mostrou que o número de homicídios de jovens de 15 a 29 anos no Brasil cresceu 23% de 2006 a 2016, quando atingiu o pico da série histórica, com 33.590 vítimas nessa faixa etária.

Com isso, em 11 anos, o Brasil enterrou 324.967 jovens assassinados – quase sete vezes o número de soldados americanos mortos em ação (47.434) em 20 anos da Guerra do Vietnã (1955-1975).

Segundo o documento, 62.517 mil homicídios ocorreram em 2016, impondo custo de cerca de 5,9% do Produto Interno Bruno (PIB).

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: