Marajó: governo federal cria grupo para atuação na ilha

governo federal criou um grupo de atuação na Ilha de Marajó para fiscalizar e fomentar iniciativas sociais e políticas públicas na região paraense. A criação do grupo foi um dos tópicos do encontro entre o ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, e o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, nesta terça-feira (5/3).

Coordenado pelo Ministério do Direitos Humanos, o grupo contará com a participação do BNDES, que já tem dois projetos sociais na ilha.

Um deles, que tem duração de dois anos, prevê também a implementação de quintais agroecológicos, cozinhas agroextrativistas e a estruturação da cadeia produtiva do açaí, contribuindo para aumento da capacidade produtiva e da renda familiar.

O Ministério dos Direitos Humanos terá a responsabilidade de fiscalizar os projetos e aprimorar as ações de governo federal na Ilha de Marajó.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.