MEC distribui 93 mil livros infantil de contos que cita temática do incesto e agora retira das escolas

Livro reconta contos populares (Foto: Cíntia Borges / Editora Rocco)

Ministério da Educação (MEC) decidiu retirar das prateleiras 93 mil exemplares de obra recomendada para estudantes de 7 e 8 anos

O Ministério da Educação e Cultura comandado pelo ministro Mendonça Filho, do DEM, mandou distribuir em escolas públicas de ensino fundamental e recomendados para alunos do primeiro ao terceiro ano, entre 6 e 8 anos, um total de 93 mil exemplares do livro de contos “Enquanto o sono não vem”,  que conta “a história da princesa assediada pelo próprio pai”, mas o ministro depois de intensa polêmica mandou recoher os exemplares do livro.

A obra integra o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) que foi avaliado e aprovado, em 2014, pelo centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais. Os 93 mil exemplares serão recolhidos das escolas de nível fundamental e serão redistribuídos em bibliotecas públicas de todo Brasil.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: