Médico e prefeito do Assú cobra R$ 200 por consulta a servidora vítima de acidente de trabalho

A diretora da Escola Municipal e Creche Monsenhor Américo, no bairro do Dom Eliseu em Assú, Rosa Nalia, é um  exemplo vivo e real do descaso e do desrespeito de uma administração comandada pelo chefete da centenária oligarquia e prefeito Gustavo Soares que adotou o slogan ‘gente cuidando de gente’ e abandonou a população e a cidade a sua própria sorte.

Após sofrer um acidente na citada escola, na data de aniversário do município, quando o portão caiu por cima dela, a diretora Rosa Nalia, ferida, não recebeu nenhuma assistência da Prefeitura do Assú, apesar do governo municipal ter contribuído para o acidente por falta de manutenção do prédio que deveria abrigar com segurança professores, alunos e crianças.

Para completar o quadro de descaso com a população e a educação do Assú,  a diretora procurou o prefeito Gustavo Soares, na clínica dele em Mossoró e ele cobrou R$ 200 por uma consulta particular para atender a servidora que sofreu esse acidente de trabalho.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: