fbpx

Mineiro esquece “golpe” e defende aliança do PT com ex-adversários

Após retotalização de votos, TRE-RN expede diploma de deputado federal para  Fernando Mineiro | Rio Grande do Norte | G1

O secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas e Relações Institucionais, Fernando Mineiro, em entrevista à 98 FM Natal nesta quarta-feira (5), afirmou que é a favor de uma aliança entre PT e MDB para as eleições de 2022 no Rio Grande do Norte. Mineiro disse que também aprova a aproximação que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem feito com figuras como Geraldo Alckmin (ex-PSDB).

Segundo Mineiro, a construção de uma “ampla aliança” pode ser determinante para a vitória do partido nas eleições, tanto na disputa presidencial quanto na do Governo do Estado. “Sou favorável a que a gente costure a mais ampla aliança nacional, para o Brasil voltar a ser um país que dá orgulho na Presidência, que não nos envergonhe. Acho fundamentais os movimentos que Lula faz. Os estados rebaterão essa movimentação nacional”, afirmou o secretário.

Na opinião do secretário, a eleição de 2022 será acirrada e não se pode descartar alianças. “Tem muita gente de salto alto em relação às eleições de 2022. Se a gente não trouxer para o palanque do Lula e do PT quem foi contra a gente, não vamos ter maioria para ganhar as eleições. Nenhum partido no Brasil tem maioria para ganhar a eleição”, acrescentou.

“Sou favorável que a gente traga (os ex-adversários) em cima de um programa mínimo. Não é trazer só para trazer. Tem que ter mudanças da nossa parte e daqueles que tiveram outra posição. Se a gente não mudar, ganhar o eleitor que votou no Bolsonaro, não vamos ganhar as eleições”, concluiu referindo-se ao MDB, adversário que articulou o impeachment da então presidente Dilma Rousseff. O que será determinante, segundo ele, será o programa político que será apresentado, que vai exigir que ambas as partes cedam.

Com informações do Portal da 98 FM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: