fbpx

Ministra do Turismo de Lula gastou mais de R$ 1 milhão em gráficas supostamente fantasmas no RJ

 

ministra do Turismo, Daniela do Waguinho (União Brasil-RJ), gastou mais de R$ 1 milhão em duas gráficas durante a última campanha eleitoral para a Câmara dos Deputados. Os endereços registrados, no entanto, correspondem a outros estabelecimentos, o que sugere que fossem “fantasmas”.

Daniela gastou R$ 561 mil na Rubra Editora e Gráfica Ltda. — o que corresponde a 18% desse tipo de despesas — e R$ 530 mil na Printing Midia Ltda. — cerca de 17%. As informações foram prestadas pela então candidata ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O dono da Rubra Editora e da Printing Midia é Filipe de Souza Pegado. A primeira empresa foi fundada em 2013, na cidade do Rio de Janeiro, e tem como atividade principal a edição de livros. Já a segunda companhia foi fundada em 2020, em São João de Meriti, na região metropolitana do Rio, e tem como principal atividade a impressão de material.

Rubra Editora estaria localizada no Centro Empresarial Mourisco, segundo informou a companhia

Rubra Editora estaria localizada no Centro Empresarial Mourisco, segundo informou a companhi

Em um primeiro momento, a reportagem procurou as empresas e as pessoas que trabalham em locais próximos às gráficas. Na busca pela Rubra, há um edifício que abriga diversas companhias. Já na busca pela Printing Midia, há um galpão no endereço citado.

Em seguida, a reportagem ligou para os números que constam nas companhias, listadas na Receita Federal, mas não obteve sucesso. Então, o R7 acionou estabelecimentos próximos às empresas. Segundo uma funcionária que trabalha perto do local, há um frigorífico no lugar da Printing Midia, enquanto outra trabalhadora informou que “nunca ouviu falar” da Rubra Editora.

Ligação com milícia

ministra do Turismo é ligada à família de Juracy Alves Prudêncio, o Jura, condenado por chefiar uma milícia na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Conhecida como Daniela do Waguinho, ela se reelegeu deputada federal pelo União Brasil nas eleições do ano passado e assumiu a pasta do Turismo no último dia 2 de janeiro.

Jura é ex-sargento da Polícia Militar e foi condenado a 22 anos de prisão pelos crimes de homicídio e associação criminosa. Ele já cumpriu cerca de 15 anos. A ministra do Turismo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva é casada com Waguinho, prefeito de Belford Roxo (RJ) e presidente estadual do União Brasil no Rio de Janeiro.

Daniela é próxima da esposa de Jura, conhecida como Giane Jura, ex-vereadora de Nova Iguaçu (RJ). Nas redes sociais de Giane, há vários registros de Daniela e Waguinho, inclusive em eventos com Lula, como a caminhada “Elas fazem o L pela democracia”, ocorrida em 27 de outubro de 2022, em Belford Roxo.

Giane declarou apoio a Daniela em agosto do ano passado e pedia votos com frequência para a agora ministra. A esposa de Jura também fez campanha para Daniela em 2018, quando ambas apoiaram o então candidato Jair Bolsonaro (PL), à época no PSL. Jura participou dos eventos em apoio a Daniela naquele ano.

Escritório com valor acima da média

Daniela ainda usou dinheiro público para alugar um escritório pelo qual pagava um valor aproximadamente três vezes maior do que a média cobrada nos imóveis da região. Em quatro anos, foram gastos por ela R$ 141 mil com aluguel em Belford Roxo (RJ). A despesa foi paga pela Câmara dos Deputados.

O município do Rio de Janeiro é reduto eleitoral de Daniela, que alugou a casa de cinco cômodos em abril de 2019 para transformá-la em escritório de apoio à atividade parlamentar. O R7 pesquisou o preço dos aluguéis na região e descobriu que o valor cobrado por um imóvel com o mesmo tamanho e na mesma região custa, em média, entre R$ 1.100 e R$ 1.700. No entanto, até outubro do ano passado, a ministra, então como deputada, pagava aluguel mensal de R$ 3.700. O dinheiro era ressarcido pela Câmara.

A reportagem teve acesso aos documentos de prestação de contas. O valor pago inicialmente foi de R$ 3.000 por mês. Em maio de 2021, subiu para R$ 3.500. Em maio de 2022, o aluguel passou por novo reajuste e aumentou para R$ 3.700. Daniela ainda pagou o IPTU dos anos de 2021 e 2022.

R7

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: