fbpx

Moradores de Barra de Santana acusam Fátima de ter mentido: “Queremos nos mudar antes que a água chegue e nos afogue”

A governadora do RN, Fátima Bezerra, cumpriu uma agenda no dia 18 de fevereiro, em Jucurutu, distribuindo as chaves das casas da agrovila que iria receber os moradores da comunidade de Barra de Santana – que será alagada com a conclusão da Barragem de Oiticica. Nesta segunda-feira (7), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) foi a comunidade de Barra de Santana e conversou com os beneficiados pelas casas e o que descobriu é que eles estão chamando Fátima até de mentirosa.

Segundo o Governo do RN, no entanto, a entrega foi de menos da metade de todas as casas que deverão abrigar os moradores de Barra de Santana. Foram 16 das 37 casas e lotes de terra da Agrovila Jucurutu. Mesmo assim, os moradores ficaram preocupados com a falta de notícias a respeito dos demais integrantes da comunidade. “Queremos nos mudar antes que a água chegue e nos afogue”, afirmou um dos moradores entrevistados por Nelter Queiroz.

O Governo ressaltou que as obras da barragem somente serão finalizadas quando não houver nenhum morador em área inundável. “Não vamos repetir aqui o que aconteceu na Barragem Armando Ribeiro”, reafirmou Fátima. A barragem foi inaugurada em 1983 sem a remoção de todos os moradores das comunidades rurais. Fátima lembrou que o projeto das agrovilas foi uma luta da comunidade que teve o apoio de seu governo. “As agrovilas não existiam no projeto original de Oiticica. Foi a luta de vocês. Rendo minhas homenagens ao movimento dos atingidos e à Igreja pelas lições de cidadania ao longo do tempo”, disse Fátima.

Com informações do Blog do Gustavo Negreiros

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: