Moro é “aconselhado a retomar” candidatura

Sergio Moro “é aconselhado por amigos a retomar o projeto político”, diz Josias de Souza.

“Embora não admita a candidatura diante dos refletores, Moro soa em privado como se não descartasse categoricamente a hipótese de concorrer ao Planalto (…).

A candidatura presidencial de Moro seria uma espécie de imperativo de autodefesa. Moro revela-se incomodado com o que chama de ‘criminalização’ da Lava Jato. E os amigos receiam que, fora do ringue eleitoral, o autor da sentença que proporcionou a Lula uma temporada na cadeia será moído durante a campanha. Candidatando-se, Moro reivindicaria a paternidade da causa anticorrupção, que ficou órfã.”

Leia a coluna de Diogo Mainardi, na Crusoé, que diz: “O bombardeio da Orcrim praticamente obriga Sergio Moro a se candidatar em 2022. É a única defesa que lhe resta”.

O antagonista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: