MP investiga suspeita de contratos irregulares com empresas de internet em Ipanguaçu

O prefeito de Ipanguaçu Valderedo Bertoldo, volta a ser alvo de investigação do Ministério Público. O promotor de Justiça Eugênio Carvalho Ribeiro abriu inquérito civil para apurar supostas irregularidades em procedimento licitatório realizado pelo Município de Ipanguaçu para aquisição de serviços/produtos de internet, no ano de 2017.

Na portaria, o promotor de Justiça determina que a Secretaria de Administração comandada por FRANCISCO RAYRON RIBEIRO BARRETO, informe, no prazo de 10 (dez) dias úteis, se houve aditivo ou prorrogação de contrato com a empresa Alexandre Soares Gomes Consultoria Educacional e Tecnologia de Informação.

Ele exige ainda cópia integral dos empenhos, liquidação e pagamentos em benefício de Alexandre Soares Gomes Consultoria Educacional e Tecnologia de Informação, desde a assinatura do contrato até a presente data.

O Ministério Público também determina que o secretário de Administração da Prefeitura de Ipanguaçu deverá informar se o serviço de fornecimento de internet é fornecido de fato pela empresa ASSUNET, e, em caso positivo, desde quando, a partir de 2017. VEJA AQUI PORTARIA

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: