fbpx

Múcio diz que é preciso ‘despolitizar’ as Forças Armadas

Confirmado nesta sexta-feira (9) como futuro ministro da Defesa do governo Lula, José Múcio Monteiro (foto) afirmou em entrevista à GloboNews que é preciso “despolitizar” e “despartidarizar” as Forças Armadas, promovendo a “pacificação” da caserna.

“O que eu proponho? Que nós voltemos a ser o que sempre fomos e deu certo. Os militares guardiões, uma instituição de Estado e sem participar de política”, declarou Múcio, que foi deputado federal e presidente do Tribunal de Contas da União e é visto como um civil com bom trânsito nas Forças Armadas.

“É uma volta ao passado? Não. É uma volta ao que sempre foi nas Forças Armadas. A despolitização, e mais, a despartidarização das Forças Armadas é uma coisa absolutamente necessária para o país”, acrescentou.

No governo de Jair Bolsonaro, ele mesmo capitão da reserva, o número de militares em cargos de confiança na administração federal mais que dobrou.

Múcio afirmou “gostar” de Bolsonaro, que foi seu colega na Cãmara dos Deputados, mas acrescentou que hoje há “seis” Forças: “O Exército, a Marinha e a Aeronáutica que gostam de Bolsonaro; e o Exército, a Marinha e a Aeronáutica que gostam de Lula”.

O futuro ministro da Defesa insistiu que é hora de pacificar os ânimos. “Meu sonho é pacificação. Estou sonhando que essas coisas se acalmem, que os próximos dias passem. Temos, todo mundo, que ceder um pouco, não adianta esse discurso de quem manda mais.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: