Nelter pede regulamentação de transportes alternativos, reconstrução da RN-118 e ciclofaixa pra Via Costeira

Em pronunciamento realizado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte (ALRN) nesta quarta-feira (29), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) cobrou celeridade na regulamentação dos transportes alternativos no Estado, a inclusão das áreas urbanas de Caicó e Jucurutu no projeto de reconstrução da RN-118 e a construção de ciclofaixa exclusiva na Via Costeira em Natal.

“Tomou um certo rumo a situação dos transportes alternativos no Rio Grande do Norte que não podemos deixar pra depois a aprovação [na Assembleia Legislativa] do projeto que regulamenta os serviços desta categoria”, destacou Nelter, cobrando quórum dos deputados na sessão e lembrando de sua luta assídua pela regulamentação da classe.  

A RN-118 mais uma vez voltou a ser debatida pelo parlamentar na ALRN. Na ocasião, Nelter oficializou pleito de seu mandato, feito também pela Câmara Municipal de Vereadores de Jucurutu, no que tange a inclusão da área urbana do município no projeto de reconstrução da RN-118. O parlamentar também registou a presença dos vereadores jucurutuenses Fagner Brito, Francinildo Aquino e Jubira Saldanha nas galerias da Assembleia.

“Fizemos este pleito anteriormente ao govenador Robinson Faria, ao diretor do departamento de Estrada de Rodagens do RN (DER/RN), general Fraxe e ao secretário Vagner Araújo, que também é gerente do Programa Governo Cidadão. Tivemos a garantia do governador e de sua equipe que o asfalto seria feito desde o bairro Freitas, passando pelo centro de Jucurutu até o município de Caicó, beneficiando também o alto da Boa Vista”, ressaltou.

CICLOFAIXA

Ainda na sessão desta quarta, Nelter Queiroz solicitou ao governador Robinson Faria, ao secretário de Estado do Esporte e Lazer, Fernando Dantas Villar Ramalho, ao secretário de Estado do Turismo, Manuel Neto Gaspar Júnior e ao general Fraxe, solicitando a criação de ciclofaixa exclusiva em uma das vias da RN-301 ‘Senador Dinarte Mariz’ (Via Costeira) no horário que compreende às 5 horas e 7 horas da manhã, para que os ciclistas natalenses possam ter mais estrutura e segurança para desenvolver suas atividades esportivas. 

Diferente de outras capitais nordestinas a exemplo de João Pessoa, Maceió e Aracaju, o município de Natal carece de infraestrutura específica [ciclovias, ciclofaixas e afins] para a prática do ciclismo. Atualmente, os atletas natalenses só dispõem da ciclovia da Rota do Sol, que tem apenas 5km de extensão. Como de costume, quando os treinos são mais intensos e longos, os ciclistas se arriscam por rodovias federais ou estaduais sem nenhum tipo de segurança. A viabilização deste pleito é de suma importância para que estes atletas e os simpatizantes deste esporte possam praticar esta atividade em segurança e sem colocar em risco suas vidas”, justificou.    

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: