fbpx

Nelter Queiroz repercute visita do Ministro Rogério Marinho e destaca investimentos do governo federal do RN

Durante o horário das lideranças, na sessão remota da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, nesta terça-feira (30), o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) repercutiu, em seu pronunciamento, a visita do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e destacou investimentos do Governo Federal em terras potiguares.

O parlamentar fez breve relato sobre a visita do ministro às regiões Oeste e Vale do Assú, e dedicou atenção maior a passagem de Marinho pela cidade de Jucurutu. “Ele visitou a estrada de acesso à Serra de João do Vale e depois estivemos na barragem de Oiticica, um sonho de muitos que se arrasta há 30 anos, mas que muito avançou após o ingresso de Rogério no Ministério do Desenvolvimento Regional”, lembrou.

Queiroz também enfatizou que o ministro vem fazendo grande esforço para que as obras físicas e sociais da Oiticica não parem e o mesmo deu grande esperança para viabilizar a pavimentação asfáltica, de trecho com 4,5 km, da estrada que liga a comunidade Aroeira (RN-118) até a nova Barra de Santana.

“Após Jucurutu, Rogério Marinho visitou nossa barragem Passagem das Traíras, localizada entre Jardim do Seridó e São José do Seridó. Visitou também outros municípios seridoenses, além de ter assinado a ordem de serviço para elaboração do projeto executivo do Projeto Seridó, orçado enquadre R$ 300 milhões e que dará segurança hídrica a 280 mil pessoa da região Seridó”, destacou Nelter Queiroz, lembrando que o ministro conheceu a ideia do Complexo Industrial de Serviços e Comércio do Seridó (Ciscom), em Caicó, e se comprometeu em estudar como viabilizará o projeto.

RECURSOS

Se aproximando do final de suas colocações, o deputado lembrou que o Governo Federal beneficiou o Estado do Rio Grande do Norte com a suspensão da cobrança de dívidas que, juntas, somam mais de R$ 61 milhões, além do recebimento de recursos sem carimbo, na ordem de R$ 751 milhões; cifras que somam mais de R$ 812 milhões.

“Esses valores são tão altos que dariam pra o Estado implantar 4.511 leitos de UTI adulto ou manter 1.390 leitos de UTI por um ano”, comparou Nelter.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: