O estelionato eleitoral aplicado por Rogério Marinho nos prefeitos usando o DNOCS: equipamentos anunciados como “doados” eram emprestados

Quando ministro do desenvolvimento regional Rogério Marinho (PL) aparelhou a estrutura do Governo Federal no Rio Grande do Norte para viabilizar seu nome manchado pelas reformas trabalhista e da previdência para a eleição do Senado.

Para isso, ele apostou tudo no eleitorado bolsonarista e no apoio dos prefeitos via estrutura do Governo Federal. Um dos braços foi o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), órgão que estava no guarda-chuva do Ministério comandado por Marinho.

Ele distribuiu equipamento agrícolas as vésperas das eleições, inclusive está sendo questionado na Justiça Eleitoral por causa do uso abusivo da estrutura federal na campanha.

A jornalista Thaisa Galvão revelou na última semana que ele o Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que os equipamentos fossem devolvidos.

Os equipamentos não foram emprestados e não doados como divulgado na época.

Nesta terça-feira, 19, Thaisa revelou que os equipamentos estão começaram a ser devolvidos e estão sendo guardados em garagens em Natal, Mossoró, Caicó, Currais Novos e Santa Cruz.

Rogério aplicou um estelionato eleitoral nos prefeitos.

Com informações, Blog do Barreto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.