fbpx

O ‘homem do caixão’ luta para viabilizar sua candidatura a prefeito do Assú

Com a grande possibilidade do juiz eleitoral Marivaldo Dantas de Araújo cassar os diplomas do atual prefeito do Assú Gustavo Soares e da vice-prefeita Sandra Alves, a pedido do Ministério Público Eleitoral – enquanto não sai a decisão final do magistrado sobre o processo em que os dois tiveram suas contas desaprovadas pela juiza Aline Daniele Belém Cordeiro Luca – o secretário Luis da Funerária começa a se movimentar para viabilizar sua candidatura a prefeito do Assú em 2020, já que se o prefeito e a vice forem condenados ficarão inelegíveis.

Luiz da Funerária se destaca no time do primeiro escalão com idéias “novas e arrojadas”, além de não integrar a lista de secretários réus do prefeito Gustavo Soares. Ele também não responde a processo por crime contra a administração pública como outros da equipe do governo municipal que estão atolados até o pescoço por denúncias de corrupção praticadas em administrações passadas.

Luiz da Funerária apelidado por seus colegas como o ‘homem do caixão’, tem despertado a inveja de colegas do governo, por se comportar como um empreendedor e bom administrador na iniciativa privada. Sem nenhum parentesco com o time da oligarquia Montenegro/Soares, Luiz da Funerária, procura viabilizar sua candidatura, mas tem sofrido ataques pejorativos por  comandar uma empresa que se encarrega de velórios e sepultamentos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!
%d blogueiros gostam disto: