OAB cobra ‘profissionalização’ do Estado no lugar de mais impostos

ctv-sji-gasolina-combustivel

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) declarou nesta sexta-feira, 21, que é “inaceitável o aumento da carga tributária” e que a medida “explicita a opção do governo de, mais uma vez, transferir para o cidadão a conta dos erros cometidos da condução da máquina pública”, segundo informações de O Estado de São Paulo.

Em nota pública, a entidade máxima da Advocacia se volta inclusive contra as emendas milionárias que o governo Michel Temer liberou para deputados aliados. A OAB afirma que a estratégia do governo tem o objetivo de evitar que a denúncia contra Temer por corrupção passiva seja aprovada na Câmara.

“Milhões são gastos para liberar emendas para deputados na tentativa de conseguir votos para barrar a denúncia contra o presidente da República”, diz a nota da OAB, subscrita por seu presidente, Claudio Lamachia. A Ordem também aponta para aliados do presidente que ocupam cargos estratégicos no governo. “Ao mesmo tempo, pessoas investigadas por corrupção continuam ocupando cargos públicos, o que indica falta de prudência com a gestão.”

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: